Uma nova atitude

Saúde

Direito de todos os mineiros

O Governo assumiu o compromisso de concluir e construir oito hospitais regionais projetados em gestões passadas.

O Governo assumiu o compromisso de concluir e construir oito hospitais regionais projetados em gestões passadas.

A previsão é de que as oito unidades estejam prontas em até quatro anos, beneficiando 387 cidades e 7,7 milhões de pessoas. Cerca de 1,7 mil novos leitos serão criados.

Os oitos hospitais são os de Divinópolis, Juiz de Fora, Além Paraíba, Sete Lagoas, Uberaba, Conselheiro Lafaiete, Governador Valadares e Teófilo Otoni.

Infográfico

O Governo também está ampliando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O Samu do Sul de Minas foi inaugurado no dia 30 de janeiro deste ano, em Varginha, com 153 municípios na área de cobertura e beneficiando 2,7 milhões de pessoas.

A atual administração colocou em operação a UTI Aérea – o helicóptero comprado por R$ 35 milhões em 2014 e que nunca havia levantado voo.

Na distribuição de remédio, Minas Gerais saiu da UTI - ao assumir o Estado, a atual gestão também encontrou uma situação crítica na área de distribuição de medicamentos aos municípios e regionais de saúde.

O desabastecimento atingia 165 itens, e as perdas com remédios vencidos somavam R$ 14 milhões.

Para resolver o problema, o Governo de Minas Gerais montou uma força-tarefa e assinou um contrato de distribuição com os Correios. Os resultados foram imediatos.

O Governo retomou as licitações para compra de medicamentos, os remédios já estão chegando a todos os municípios mineiros e o percentual de desabastecimento foi reduzido em cerca de 60%, ainda com perspectiva de melhora. Portanto, na área de assistência farmacêutica a saúde de Minas Gerais saiu da UTI.

O Governo também está ampliando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Veja o balanço dos primeiros seis meses de Governo, conheça tudo o que foi ouvido e fique sabendo das melhorias para o futuro.